sexta-feira, Setembro 28, 2007

Personagens 9

Conheci-os em Berlim por acaso. O Hugo é apaixonado por música e compõe em casa num pequeno estúdio. Ele e a Martina fizeram um filho lindo chamado Keanu. Avisei-os logo que as parecenças, se as houvesse, eram por acaso.

Berlim. Agosto 2007

quinta-feira, Setembro 27, 2007

Recomeçar 2

Desenhar sempre. Tudo. Obsessivamente. As coisas simples, estáticas, que estão em nossa casa, por exemplo. Não é um limão nem uma maçã.

Setembro 2007

quarta-feira, Setembro 26, 2007

A.J.G.

Comecei a interessar-me pelo seu trabalho quando conheci o seu Projecto de desenhar no metro (Para quando a sua edição em livro?). Mas António Jorge Gonçalves faz muitas coisas: BD, ilustração, cartoons, performances onde faz desenho digital em tempo real, além doutras coisas que não sei. Começou agora um blog para nos contar o que vai fazendo.

António Jorge Gonçalves. Imagem que integrou a exposição 22viajantes

terça-feira, Setembro 25, 2007

Recomeçar 1

E assim sucessivamente. Desenhar, desenhar, desenhar, desenhar ...


Setembro. 2007

segunda-feira, Setembro 24, 2007

Recomeçar

Recomeçar qualquer coisa cria-me sempre uma certa ansiedade. Mesmo aquelas que me dão gozo. Posições de 5 minutos e depois ir para o jardim (da Estrela) desenhar as pessoas que andam por lá.


Setembro 2007

sábado, Setembro 22, 2007

Caderno de campo 2

Também é conhecido o caso do antropólogo Manuel João Ramos, que usa profusamente o caderno portátil. Refere-se a ele como “caderno com apontamentos desenhados”. Para ele “viajar como desenhador não é essencialmente diferente de viajar como antropólogo. De um modo ou de outro, olho, interpreto, questiono, e desperto curiosidade”.
“Histórias Etíopes: Diário de Viagem” de M.J.Ramos. 2000. Assírio&Alvim

Manuel João Ramos. Portugal. 1960. Antropólogo. Professor. Ilustrador. Desenhador de BD

sexta-feira, Setembro 21, 2007

Caderno de campo 1

aqui me referi anteriormente ao Pedro Salgado, Biólogo e Desenhador científico, também ele grande entusiasta do Diário Gráfico. Usa-o como “lubrificante” para trabalhos rigorosos e também como contraponto para o excessivo rigor que eles impõem. A essa actividade gosta de usar o termo fieldsketch. Há um blog muito bom e muito didáctico sobre esta temática de Filipe Franco.

Pedro Salgado. 1960. Portugal

quinta-feira, Setembro 20, 2007

Caderno de campo

Uma das coisas interessantes no Diário Gráfico é ser usado por pessoas de diferentes actividades/profissões, sendo também designado de diferentes maneiras. Caderno de campo é usado frequentemente pelas pessoas ligadas às ciências. Fernando Galhano (1904-1995), investigador e desenhador de desenhos etnográficos é um bom exemplo.

Fernando Galhano

terça-feira, Setembro 18, 2007

Monocromáticos 1

As pinturas monocromáticas nunca são verdadeiramente monocromáticas

Praia da ilha de Faro. Agosto 2007

segunda-feira, Setembro 17, 2007

Monocromáticos

Voltando ainda à praia e aos modelos disponíveis. Tal como o “Miranda Project” de Cin Woods, também na praia se pode fazer algo semelhante, a partir de alguém conhecido ou desconhecido.

Praia da ilha de Faro. Agosto 2007

sexta-feira, Setembro 14, 2007

Cacela Velha

(Isto não é um blog de propaganda turística. Esta publicidade é feita por livre iniciativa)
Depois podemos digeri-las (as amêijoas) enquanto olhamos esta vista sobre a praia, entre a ria e o mar.

Cacela Velha. Agosto 2007

quinta-feira, Setembro 13, 2007

Desenhos obsessivos 3

É nestes viveiros (privados) que as amêijoas se alimentam, para serem apanhadas, cozinhadas e comidas no terreiro da igreja que se pode ver lá em cima. Acompanhadas de umas imperiais, ao fim da tarde e depois da praia.

Cacela Velha. 31 Agosto 2007

quarta-feira, Setembro 12, 2007

Arte efémera

Nas praias, por vezes, encontram-se autênticas preciosidades escultóricas de autores anónimos. Curiosamente as pessoas respeitam e até acrescentam qualquer coisa pertinente.

Praia da Fábrica. Agosto 2007

terça-feira, Setembro 11, 2007

Sardinhas

Acender as brasas de modo que fiquem uniformes e o peixe grelhe todo por igual é uma tarefa que requer alguma perícia e bastante prática. Infelizmente a época delas, das sardinhas, acabou.

Agosto 2007

segunda-feira, Setembro 10, 2007

Desenhos obsessivos 2

O desenho de Paisagem já foi considerado um género menor. Na altura em que um dos critérios principais para se avaliar a qualidade de uma pintura era “o estar parecido”, a paisagem parecia não se poder submeter a esse critério. Esta vista, por exemplo, poderia ser de muitos locais. Coloquei-a na 1ªpágina do site.

Cacela Velha. 21 Agosto 2007

sexta-feira, Setembro 07, 2007

Italo Calvino

Aqui há uns tempos dei com este blog a partir de um comentário. Numa das mensagens lá estava um desenho feito a partir de um dos contos (o nº1) de Italo Calvino do seu livro “As cidades invisíveis”. Lembrei-me que, quando andava por Saint-Malo, cidade onde Hugo Pratt apareceu pela última vez em público, também eu tinha feito um desenho a partir do mesmo conto.

As cidades e a memória.1". Maio 2002

quinta-feira, Setembro 06, 2007

Pessoas

É realmente tentador, quando estamos na praia, desenhar as pessoas. Estão ali à nossa disposição, tanto as afastadas como as próximas.

Praia da Fábrica. Agosto 2007

Praia do Barril. Agosto 2007

terça-feira, Setembro 04, 2007

Desenhos obsessivos 1


Cacela Velha. 25 Agosto 2007


Cacela Velha. 23 Agosto 2007

segunda-feira, Setembro 03, 2007

Desenhos obsessivos

Qual Cézanne a pintar obsessivamente a sua montanha Sainte-Victoire, também representei Cacela Velha algumas vezes. Vista sempre do mesmo lado, do lado da praia, mas com aproximações diferentes.

Cacela Velha. 30 Agosto 2007


Cacela Velha. 28 Agosto 2007