quarta-feira, maio 27, 2015

Cartas da América Latina

A exposição a inaugurar no próximo sábado dia 30 de Maio pelas 15 horas em Viana do Castelo, na galeria Dínamo10, consta de 15 desenhos/pinturas em papel de formato A3, com a técnica de tinta e gel acrílicos sobre impressões de cartas escritas durante uma viagem pela América Latina realizada de Janeiro a Outubro de 2013.


terça-feira, maio 26, 2015

Coimbra

E no sábado fomos desenhar para a Baixa. Sentei-me numa esplanada na rua Ferreira Borges, primeiro, e depois na Praça do Comércio, em pé.



segunda-feira, maio 25, 2015

Coimbra

Desta vez a vista a partir da janela do hotel era deslumbrante. Foi em Coimbra com vista sobre o Mondego.



quinta-feira, maio 21, 2015

Córdoba

Entrada em Córdoba pela ponte romana e visita à Mesquita-Catedral.



quarta-feira, maio 20, 2015

No domingo em Vila Franca de Xira

A primeira proposta: desenhar a estação ferroviária, com as pessoas que vão passando. Fiz três vistas. A partir da gare oposta, na passagem por cima da linha e na gare junto à estação. Vê-se sempre, ao longe, a nova biblioteca. 

Segunda proposta: Desenhar uma vista, realçando algo em primeiro plano. Ao longe vê-se sempre a biblioteca.





segunda-feira, maio 18, 2015

O Nuno do Museu do Carmo

No sábado no Museu do Carmo foquei-me nas várias caras que as há por ali espalhadas. Lembrei-me dos desenhos da Paula Cabral que tem um boa recolha. E no fim não me escapou o Nuno que não nos ligou nenhuma.



quinta-feira, maio 14, 2015

Ronda

Outro desenho feito a partir da janela do hotel (hotel Royal) onde fiquei hospedado na cidade de Ronda. Esta cidade é atravessada por uma profunda fractura na rocha. Ao fundo deste jardim pude ver essa fractura. Noutro ponto da cidade fiz o segundo desenho, onde se vê novamente essa fractura e, em baixo, uma ponte árabe.



quarta-feira, maio 13, 2015

Cadiz-Cadiz

Chamam Cadiz-Cadiz ao centro histórico de Cádiz. Nunca lá tinha ido e vale a pena. Ainda por cima recebido pela Célia, uma bonita desenhadora que vive em pleno centro. O desenho é a vista desde o seu terraço.


terça-feira, maio 12, 2015

Sevilha

Quando me perguntam por onde começo um desenho não sei responder. Depende. Se vou começar a desenhar uma cena onde há o risco de um dos elementos se movimentar, começo por esse elemento. 

Neste desenho chamou-me a atenção a senhora que estava a fumar com uma pose teatral. Comecei pela mão dela quando estava com o cigarro na boca. Quis apanhar esse gesto.


segunda-feira, maio 11, 2015

Sevilha

Quando viajo gosto sempre de, nos vários locais onde durmo, desenhar o que se vê da janela. Em Sevilha, no hotel Sierpes, o quarto dava para este misterioso pátio.


sexta-feira, maio 08, 2015

"Lisboa Entre Séculos"

Mais duas contribuições, as últimas, para a exposição "Lisboa entre séculos vista pelos USkP. A arquitectura ameaçada dos séculos XIX e XX".
De cima para baixo:
Avenida da Liberdade 206-218 (1907)
Avenida da Liberdade 1-7 (1900)



quinta-feira, maio 07, 2015

"Lisboa Entre Séculos"

Mais três edifícios para a exposição "Lisboa entre séculos vista pelos USkP. A arquitectura ameaçada dos séculos XIX e XX".

De cima para baixo são:
Avenida Duque de Loulé 70
Rua Camilo Castelo Branco 25
Avenida da Liberdade 206-218 (1912)




quarta-feira, maio 06, 2015

A Gruta das Maravilhas

É muito difícil representar por meio de um desenho uma coisa tão impressionante como a Gruta das Maravilhas em Aracena. Nunca foi habitada pelo Homem e as suas várias “salas” têm uma beleza indescritível. Mostro dois dos desenhos que fiz que, apesar de ficarem muito aquém da sua beleza, fazem-me lembrar não só a hora da visita como os dias que passei em Aracena no “Encuentro de dibujantes”.



terça-feira, maio 05, 2015

"Lisboa Entre Séculos"

Quatro desenhos de edifícios históricos da cidade de Lisboa que estão em estado de degradação. Fazem parte de uma lista do Fórum Cidadania Lx e integrarão uma exposição no Museu da Cidade intitulada "Lisboa entre séculos vista pelos USkP. A arquitectura ameaçada dos séculos XIX e XX". Ainda vou fazer mais alguns.

Rua Alexandre Herculano nº57 (1902)

Rua Braancamp nºs 84 e 88 (1907)

Rua Mouzinho da Silveira nºs 23 e 25 (1895)

Chalet Frederico Daupiás, São Mamede nºs 6 e 8 (1905)

domingo, maio 03, 2015

Encontro em Abrantes

Ainda me faltavam alguns recantos de Abrantes para desenhar. Acabei por fazer um número mais redondo, 60 desenhos, ontem no Encontro USkP.





sexta-feira, maio 01, 2015

"Viñetas"

A segunda proposta da Patrizia Torres foi começarmos por limitar o espaço para cada desenho, ou seja, antes de desenharmos uma determinada cena, fazemos a "vinheta" onde ela se vai passar. E, assim, construímos uma espécie de história.



quinta-feira, abril 30, 2015

"Desenho de semáforo"

“Desenho de semáforo” foi o que a Patrizia Torrez, espanhola que vive em Málaga, começou por propor no seu “taller” em Aracena no encontro de desenhadores em que tive o prazer de participar. Como o nome indica é um desenho rápido feito em poucos minutos. O que fiz, num caderno em harmónio que nos ofereceram, está em baixo:



terça-feira, abril 28, 2015

Encontro USkP em Abrantes

Há naturalmente vários caminhos para chegar ao castelo de Abrantes. Um deles, de quem vem da Biblioteca, com passagem pela igreja de S.João (primeiro desenho), rua maestro Henrique Santos Silva (segundo desenho) e rua Grande (terceiro desenho).

No sábado pelas 11 horas encontramo-nos à porta da Biblioteca António Botto.

Todo o programa aqui.




quinta-feira, abril 16, 2015

Encontro em Abrantes

Duas vistas feitas a partir de perto do castelo de Abrantes. É no dia 2 que termina a minha exposição e é nesse dia que nos encontramos para desenhar o centro histórico da cidade. Ver aqui programa completo.



segunda-feira, abril 13, 2015

O Santa Isabel

O restaurante onde fui sempre comer quando estive em Abrantes é o conhecido Santa Isabel. Logo à entrada tem umas fotografias do Alberto, o dono, com Manoel de Oliveira. E, pelo menos em Abrantes, não sei qual é o mais conhecido. Fui muito bem tratado. Em baixo o interior duma das salas e um arroz de polvo de chorar por mais.



terça-feira, abril 07, 2015

Residência em Abrantes

Quando vou directo ao centro pela rua de cima, a rua Actor Taborda, passo pela igreja de S.Vicente. desenhei-a duas vezes: uma onde se vê o castelo ao fundo e outro do largo da Ferraria.



domingo, abril 05, 2015

Residência em Abrantes

O antigo quartel dos bombeiros foi transformado em galeria municipal de arte e numa casa, onde estou a residir durante 10 dias (no primeiro desenho vemos o meu carro à porta). Todas as manhãs saio com a tarefa de desenhar a cidade. Para chegar ao centro histórico tenho vários percursos. Um deles é pela rua José Estevão até chegar à praça do Concelho actual praça Raimundo José Soares Mendes.




domingo, março 29, 2015

Reabilitação urbana

Subi a rua S.José, deparei com uma obra onde havia um guindaste. Desenhei. Segui para a avenida da Liberdade e desenhei um dos prédios bem restaurados na esquina da avenida com a entrada da praça da Alegria.