segunda-feira, dezembro 14, 2015

Forte de S. Julião da Barra





2 comentários:

teresa ruivo disse...

Essa cisterna, tão difícil, ficou fabulosa. Tem uma profundidade fantástica e está muito bem ambientada. Dos outros, nem é preciso falar...

Eduardo Salavisa disse...

Por acaso não gosto da cisterna. A realidade era muito mais forte. Acontece muitas vezes...