quinta-feira, agosto 14, 2008

Hugo Pratt 1

"Na Etiópia, no campo de internamento de civis, onde me encontrava antes de embarcar para Itália em 1943, comecei a contar histórias em imagens. Ao fim do dia toda a gente vinha ver o que eu tinha imaginado. Foi nestas circunstâncias, um pouco particulares, que compreendi a importância e o impacto da Banda-Desenhada".
Hugo Pratt em “Corto Maltese. Littérature dessinée”. Casterman. Lausanne 2006


Julho 2008

3 comentários:

hfm disse...

Estou encantada!

PMBC disse...

"O Desejo de Ser Inútil"

Abssinto disse...

Da criança ao velho, o mesmo encanto nos olhos (e vê-se pelos desenhos porquê).