sexta-feira, abril 25, 2008

vinteecincodeabrilsempre

Apanhei o metro e fui até ao Rossio, comprei um cravo por um euro, voltei para casa, pu-lo num copo com água para não secar, desenhei-o, pintei-o com um vermelho forte, digitalizei-o e coloquei-o no blog com o título “vinteecincodeabrilsempre”

25 de Abril de 2008

9 comentários:

josé louro disse...

Excelente post.
De antologia.

4ojos disse...

sempre

Anónimo disse...

Espantoso, sempre!

abssinto

ma grande folle de soeur disse...

Faço minhas as palavras dos anteriores...

Anónimo disse...

Gostei de todos os comentários, sobretudo do da abssinto.É espantosa!

Anónimo disse...

...pois, aquelas voltas espantosas
do 22!

Anónimo disse...

O problema é como alguém dizia (e muito bem) é do arquétipo...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.