domingo, fevereiro 24, 2008

Livro de Artista 10

Pierre Alechinsky (Bélgica. 1927) compra livros, cadernos e mapas antigos e já usados, nos alfarrabistas e feiras da ladra, e adopta-os como suporte das suas pinturas diárias.


"Pense Bête". 1974. Desenhos a tinta-da-china s/notas manuscritas de 1817

"Entrées et Sorties" 1974. Desenhos a tinta-da-china e aguarela s/ escrituras do séc. XVIII
Do livro "Carnets en Deux Temps" de Pierre Alechinsky. Editora Buchet/Castel. Colecção "Les Cahiers Dessinés". Paris 2004

2 comentários:

Só- Poesias e outros itens disse...

Adorei conhecer esse artista.

gosto muito de cadernos e diários.

bjs.

Ju gioli

Tânia disse...

Sinceramente, é preciso muita coragem para desenhar sobre coisas tão bonitas como livros e mapas antigos e manuscritos de séculos passados. Será que já passou pela cabeça desse artista em criar sobre fotografias antigas? É que também as há aos montes em alfarrabistas e feiras.

Eu não sei se o faria; mas ao menos ele cria, não é?

bjo,

Gosto muito do blog, apesar de não vir aqui tantas vezes; conheço melhor o site, que adoro.

Tânia