quinta-feira, julho 19, 2007

A compra de um selo

Os empregados dos Correios da minha rua são muito simpáticos. Mas a máquina dos selos está sempre fora de serviço. Resultado: meia hora para comprar um simples selo.

Lisboa. Julho 2007

7 comentários:

Rafael Urnhani disse...

Fez este desenho enquanto estava esperando?

: )

PMBC disse...

Se a máquina funcionasse também não tínhamos este desenho...

Anónimo disse...

"A máquina dos selos está sempre fora de serviço" e pelos vistos as cadeiras também.
Galeota

4ojos disse...

Igual que en Madrid. España y Portugal están ya unidos en eso y Saramago no se ha dado cuenta

hfm disse...

Gosto tantos destes teus quotidianos. Abençoada máquina estragada e, pelos vistos, não muito longe donde vivi em casa dos meus pais - perto do Jardim Constantino.

Anónimo disse...

...mas o António Lobo Antunes já se deu conta disso há muito tempo.
Galeota

Mo disse...

ufa alguém que me compreende