segunda-feira, abril 02, 2007

Personagens

Quando se viaja, especialmente sozinho, é inevitável conhecermos pessoas. E é também um dos atractivos. O Ynho (em Cabo Verde toda a gente é conhecida por um nome diferente do próprio) tinha um bar onde se bebia grogue (aguardente de cana de açúcar) e comiam-se pernas de frango, enquanto se jogava às cartas, matraquilhos e, único na ilha, ao bilhar. Só abria às 3 da tarde para não incomodar a repartição pública que funcionava em frente. E fechava às 3 da manhã já com os clientes numa grande algazarra.

Ilha Brava. Cabo-Verde. Março 2006

3 comentários:

gaspar disse...

gosto imensso dos seus desenhos, tenhu é uma duvida...os desenhos no diário são pintados no momento? ou dp em casa?
é k fas-me alguma comfusão fazer um desenhu d vista e pintá-lo no momento pois pode n ser a maneira mais comfortável de os pintar.

JL disse...

E tudo em escudos...
Abraço. Gostei desse pormenor.

e.s. disse...

Para mim tb não é nada confortável e por isso pinto-o em casa, de memória ou com algum apontamento que tenha escrito, quando a cor certa é importante. Mas há quem o faça muito bem.