terça-feira, março 13, 2007

América do Sul 24

Quase à chegada a Bariloche, depois de uma noite de viagem e passadas 24 horas de camioneta, tive uma visão dumas árvores amarelas. Uma espécie de ciprestes luminosos. Não percebi se era uma visão, resultado de uma noite mal dormida. Não descansei enquanto não as pintei, enquanto tinha aquela visão nos meus olhos. Disseram-me depois que eram álamos.

Bariloche. Argentina. Abril 2004

3 comentários:

Anónimo disse...

São álamos. A copa dos ciprestes é cónica. Na cobertura vegetal de Bariloche, no sopé da Cordilheira dos
Andes, predominam os álamos.
B.

Anónimo disse...

Oa álamos estão simplesmente encantadores.
B.

anamoraes disse...

lindos! Adoraria desenhar e pintar assim..