domingo, dezembro 18, 2016

O desenhador não estava lá

Ao fazer este desenho (saiu hoje no jornal Público, suplemento P2), e outros anteriores, lembrei-me de uma secção que saía no jornal, entretanto desaparecido, Diário Popular que se chamava “O fotógrafo não estava lá”. (se não sabes o que é, vê aqui no extraordinário blog Almanaque Silva). Neste caso o fotógrafo estava lá, em Alepo, o desenhador é que não.


4 comentários:

josia disse...

Quien estaba no olvidará ese horror.

teresa ruivo disse...

As figuras centrais têm uma inequívoca pose de fuga amedrontada. Que bem conseguido Eduardo!

Eduardo Salavisa disse...

Quem conseguiu sobreviver não esquece de certeza.
Teresa: achas mesmo? Ainda bem.

teresa ruivo disse...

Mesmo!