quarta-feira, outubro 19, 2016

Castelo das Artes

Integrados na iniciativa Castelo das Artes andámos por aldeias, algumas algo isoladas, do concelho de Castelo Branco. O Castelo das Artes pretende, por meio de residências artísticas, “misturar” artistas contemporâneos com os habitantes destas aldeias. Fomos, no sábado, a Martim Branco (aldeias do xisto), a Almaceda e, depois do almoço, a Ingarnal (a mais alta e isolada do concelho). No domingo estivemos na ponte da Taberna Seca no rio Ocreza.





4 comentários:

Vitor Mingacho disse...

Gosto muito do desenho do Ingarnal e o modo mo transmite o ambiente da aldeia

Anónimo disse...

Preferido mesmo, é o primeiro, com um cão livre !!

p.

teresa ruivo disse...

Todos incríveis, mas o primeiro tem um intenso ambiente rural, quase místico. O cão de facto,só podia ser azul, mas só tu para o teres percebido :))

Eduardo Salavisa disse...

Obrigado. Estas aldeias têm, de facto, um ambiente estranho, algo misterioso.