domingo, novembro 08, 2015

Desenhar a andar

Entre a Fábrica das Cores e o velho centro de Sassoeiros fomos desenhando o que nos chamava a atenção. Foi quase desenhar em andamento. Até que chegámos a um largo com umas mesas, que mais parecia uma simpática aldeia, e colorimos alguns dos desenhos que tínhamos feito.




2 comentários:

teresa ruivo disse...

Que pena não ter podido ir...gosto muito deste último desenho. (É um balde, na cabeça da senhora de cinzento?!)

Eduardo Salavisa disse...

A senhora esteve sempre com o balde para tapar o sol. A pequena praça onde parámos tinha umas mesas, parecia uma aldeia e era muito simpática. Não a conhecia.