segunda-feira, dezembro 06, 2010

Lançamento de livros

Lançamento dia 7 de Dezembro, das 18h às 19h30 no restaurante La Moneda (ao Cais do Sodré) dos livros "Diário de Viagem em Cabo-Verde" e "Diários de Viagem em Lisboa". Apareçam

"Para este livro gizou-se um plano bem concreto. Cada desenhador fez um percurso só seu, vindo de um local da ‘periferia’, em direcção ao umbigo da cidade, cada um em busca de uma das míticas sete colinas. E assim temos sete percursos em Lisboa, por lugares-colinas das mais variadas cores. Eduardo vem pelo oriente, pelo adolescente Parque das Nações, passa pelas sempre soalheiras e expectantes Marvila, Beato, Xabregas, sobe ao Chile, desce a Almirante Reis e vai enfim até à velha e familiar vila de Santo André da Graça."
Excerto do ensaio de João Seixas que faz parte do livro "Diário de Viagem em Lisboa". Ver a sua excelente entrevista saída hoje no jornal Público

Rua do Beato

5 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns Eduardo!
Como sempre um convite a 'viajar' através do desenho!

Galeota disse...

A proximidade do Tejo foi um factor decisivo para que se concretizasse a industrialização do Beato. Mais tarde, no séc XIX, a inauguração do caminho-de-ferro reforçou esta funcionalidade. A necessidade de escoamento das mercadorias conduziu à ampliação do Porto de Lisboa, desde Santa Apolónia a Cabo Ruivo.

Parabéns, Eduardo. A luz de Lisboa está exemplarmente representada,nos desenhos, num céu que é único.

JASG disse...

Eduardo foi muito agradável e o(s) livro(s) são formidáveis. Abr.

Claire disse...

Mesmo fixe! Adoro livros sem palavras. Estranho era o copinho de sopa fria no beberete ;-)

Lourdes disse...

É assim que começa o ensaio de João Seixas

«É que isto aqui não é só luz e rio , sabes bem. Não é só geografia, revelações ou memórias e o restante diz-que-diz» J.C. Pires

A ideia do livro «Diário de Viagem em Lisboa» sete colinas sete desenhadores contribuiu certamente para que Lisboa seja uma cidade ainda melhor. Onde cada desenhador deu o seu olhar a uma Lisboa que só alguns sentem e vêm.

Os sete estão de parabéns

Um abraço Lourdes