quarta-feira, novembro 11, 2009

Jochen Gerner

Desenhar ao telefone é uma actividade corrente. Já várias pessoas me disseram que o fazem. Os pensamentos e os registos gráficos são mais expontâneos, segundo dizem.

"Branchages. Carnet de dessins téléphoniques (2002-2008)" de Jochen Gerner

7 comentários:

{anita} disse...

que páginas absolutamente maravilhosas...

clara disse...

¡Que bonito!. yo cuando hablo mi mano desvaría, no controlo ni espacio ni nada, esto es muy conciso.

JASG disse...

Extraordinário.

Nunca me tinha ocorrido esta grande realidade.

H.Vogado disse...

Poderá ser um diário das conversas telefónicas, do estado de espírito, dos curtos e longos diálogos. Já passei por uma fase em que desenhava redes de tubos de água e torneiras nos seminários da Faculdade.

Antonio Carlos Goper disse...

lindo! nada como navegar e se deixar levar, sem saber exatamente de onde vem a origem desses pequenos e grandes registros.

Gilbert Pinna, le blog graphique disse...

Me gusta mucho la profusion de dibujos, signos y pensadas intimos de este libreta...

lapin disse...

ahora, me lo he comprado…