sexta-feira, setembro 12, 2008

Belas Artes

De quem vem do Cais do Sodré entra no Largo da Academia das Belas Artes com a escola à sua esquerda. Estive lá ontem e relembrei os tempos que andei por aqueles corredores.

Setembro 2008

5 comentários:

Gin disse...

Tempos inocentes... tive uma professora que mandou parar os exercícios da guarda no terraço do telhado durante um teste, muito antes do 25 de Abril... foi um frisson ;o)

Anónimo disse...

Bela história. E eu tive um colega que gostava de reger a banda da PSP (que tocava diariamente às 8 da matina) com a perna de uma cadeira partida que por lá estava a um canto, até ao dia em que a deixou cair no pátio da polícia durante o ensaio, em cima de um telheiro em chapa de zinco... Foi um "Free Som"!!!...
G.

PMBC disse...

Também por lá andei durante cinco anos. As recordações não são as melhores... mas há sempre histórias engraçadas, grandes amigos... e o edifício era muito interessante. Bom desenho!

e.s. disse...

Também tive aulas de História de Arte às 8 da manhã com a música da banda em fundo. Continua a ser muito interessante aquele edifício.

Abssinto disse...

E o cheiro a Tempo naqueles corredores...