segunda-feira, abril 21, 2008

Lanche no Museu

A última qualidade que me interessa num desenho é o “ele estar parecido”. A não ser que seja essa a ideia. Neste desenho não me preocupei minimamente com quantos guindastes ou contentores existiam no cais.

Doca de Alcântara vista da esplanada do Museu de Arte Antiga. Abril 2008

7 comentários:

IS disse...

o chamado ADAMASTOR?

josé louro disse...

Esse miradouro é dos sitios iluminados pelo deus dos desenhadores. Já lá estive várias vezes mas ainda não me atrevi.

e.s. disse...

Não is, o Adamastor é mais para a esquerda, de quem está virado para o rio.

Anónimo disse...

IGUAL!

abssinto

Anónimo disse...

Que cheiro a ranço da torrada!

Vi

Anónimo disse...

IGUAL às voltas espantosas do 22!

Frédéric disse...

Bonjour, j'aime beaucoup vos croquis, simples et spontanés, vivants.
A bientôt
Frédéric