terça-feira, novembro 27, 2007

Prazeres

Passear por este cemitério, apreciar a arquitectura dos jazigos, ler às lápides, ver os seus signos é um prazer. Coisa curiosa: na morte as diferenças entre as classes sociais estão ainda mais evidentes.



Cemitério dos Prazeres. Lisboa. Novembro 2007

6 comentários:

hfm disse...

Para mim este não precisava de legendas, quase que posso dizer qual o local desenhado. Um traço que captou o ambiente.

hora tardia disse...

a serenidade.




o caminho do silêncio.



(ainda bem que vim do Caderno de Campo).



.

josé louro disse...

Afinal sempre foram. Boa.
Abraço.
O segundo está muito bom.

PºG disse...

olá, gostava que passasses aqui:
http://damemusica.blogspot.com/2007/11/o-loureno-bray-lanou-me-uma-corrente.html abraço

Sr. Funesto disse...

Foram de memória?

O 4ojos está em baixo? Tens aí o mail do enrique?

Abraços

e.s. disse...

Desenhei-os quando ainda não tinhas chegado. Não sei o teu novo email.