terça-feira, outubro 30, 2007

Praça do Comércio sem carros

Deixar, aos Domingos, a Praça do Comércio só para as pessoas acho uma boa ideia e só tenho pena que não seja possível ser todos os dias. Mas para quê aquelas “animações” que só afugentam as pessoas?

Praça do Comércio. Lisboa. Outubro 2007

10 comentários:

josé louro disse...

N�o sei se te lembras, mas fiz h� uns tempos um post sobre o mesmo assunto. Quando l� fui era uma banda de metais a tocar banalidades. Acho que rapidamente vai acabar a iniciativa...depois v�o dizer:n�s tent�mos. Bull sheet.

hfm disse...

Belo desenho. Quanto ao desabafo parece que os portugueses precisam de animações... talvez se as deixassem pensar, olhar e sentir elas percebessem que a animação está nas coisas e em si.

margarida disse...

Pelo menos já se consegue ver o rio.Só isso já é uma animação.

M

Anónimo disse...

A malta gosta de pantominice como o percurso fantástico do 22 entre a Duque Àvila e O "Francisco Arruda".
Leonel

Anónimo disse...

Ò Leonel também andavas no 22 ?

M

Anónimo disse...

Também.Andei contigo na Xica.
Leonel

Anónimo disse...

mas porque é que eu de ser volta e meia suspeito de comentários patetas que nem sequer sei o que querem dizer ?
mas já que isso acontece, então expliquem-me o que é a "Xica", e onde é que fica., como é que é !


p.

Anónimo disse...

mas porque é que eu hei-de ser suspeito, volta e meia, de comentários patetas que nem sequer sei o que querem dizer ?
mas já que isso acontece, então expliquem-me o que é a "Xica", e onde é que fica., como é que é !


p.

margarida disse...

Que grande coincidência,mas não me lembro de ninguém chamado Leonel...

M

Anónimo disse...

Que vergonha ... o mestre a patroa e os acólitos.
P.