domingo, outubro 07, 2007

Os eléctricos

Apanhámos o eléctrico em frente ao “Piolho”, mudámos em Massarelos e fomos até à Foz. Li algures que está em fase de experimentação recolocar, no Porto, os eléctricos como meio de transporte privilegiado. Sempre achei que das opções mais nefastas para Lisboa (como para qualquer outra cidade) foi quando se preferiu o carro particular ao eléctrico colectivo. Não foi há muito tempo.

Porto. Outubro 2007

6 comentários:

Anónimo disse...

Também penso o mesmo. Possibilitam uma melhor adequação funcional, social e estética dos núcleos urbanos às necessidades dos homens.
Galeota

hfm disse...

Inteiramente de acordo. Ainda me lembro de, em criança, andar no verão, nuns eléctricos que eram abertos e com bancos corridos.

Gostei muito do traço da Torre dos Clérigos.

Abssinto disse...

Sempre expressivo... At� a caligrafia � bonita.

Pequete disse...

Duas páginas muito bonitas. Os eléctricos serão sempre excelentes motivos para pintar e fotografar. Passei belos momentos a andar neles, quando estudava em Lisboa, nos anos oitenta.

purita disse...

a minha terra...ai ai!:)
nos eléctricos gosto sobretudo do barulho que fazem!

Anónimo disse...

Regresso definitivo dos eléctricos
à baixa do Porto.
Está catita o 16 para Matozinhos.
Galeota