quinta-feira, março 01, 2007

Viagem interior

Os motivos que levaram Frida Khalo a fazer um Diário não tem nada a ver com a comunicação com os outros e sim com o intuito de estabelecer uma relação consigo mesma.

Frida Kahlo. México (1907-1954). Pintora
Dimensões do caderno: 15x23,5 cm

9 comentários:

Anónimo disse...

"Naturaleza bem muerta"? Não, está viva e é envolvente.
G

Anónimo disse...

Uma viagem interior cheia de cores quentes que nos aquecem e comovem.
B.

Fernanda disse...

Uma maravilha os cadernos dela.

Armando Rocheteau disse...

Caro Eduardo:
O teu blogue já está nos links do http://doismaisdoisigualacinco.blogspot.com/
Parabéns pelo teu blogue.
Abraço

Gin disse...

Quando vejo diários gráficos sinto que gostaria de ter força de vontade para iniciar um. No entanto, Frida Khalo é bem um exemplo de que um diário gráfico tem de nascer de dentro para fora, de ser uma necessidade intrínseca... Quando vejo os teus, fico contente por os teres encontrado, por os teres tornado teus e por não os guardares apenas para ti

margarida disse...

Concordo absolutamente contigo,Gin.

Anónimo disse...

Estou a ler o "Principezinho" á minha filha.Cada frase que leio relembro a mensagem que este livro nos transmite.Agora com esta idade,leio-o e entendo-o de outra maneira e adoro comentá-lo com ela que só tem 8 anos.Saint-Exupéry começou a desenhar tarde,ele achava que para melhrar os seus desenhos,era preciso ir tentando,ir tentando sempre, ir por aproximação,mesmo que nos enganemosnos pormenores decisivos.É por tudo isto que comecei um diário de colagens.
Margarida

Anónimo disse...

Muito bem Margarida quer pela leitura do livro à pequenina quer pelo diário de colagens.
É tão bom quando eles são pequeninos...

margarida disse...

É muito bom,mas vê-los crescer também.