quinta-feira, março 22, 2007

Diário de Viagem 10

Mesmo algumas pessoas que desenham muitíssimo bem sofrem de algum constrangimento quando desenham na via pública ao pé de toda a gente. Não tem a ver com o desenhar bem ou mal. Aconteceu o mesmo a Delacroix aquando da sua visita a Marrocos. Ele contornou esta situação com esboços muito rápidos e escrevendo o que não queria que lhe passasse ao lado. Normalmente coloria os desenhos depois em casa, mas neste caso não o fez.

Eugène Delacroix (França. 1798-1863). Descrição da preparação de um casamento judeu. Marrocos. 1832

7 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Volto a afirmar, seu blog é muito bom. Esta sua forma didática de colocar as coisas, e a espontaniedade das declarações, em geral negadas pelos artistas, é comovente. Parabéns, e continue nos dando essas simpáticas aulas, e desenhos ótimos!

e.s. disse...

Obrigado pelo elogio, homónimo. O seu blog tem coisas muito interessantes.

ma grande folle de soeur disse...

tenho passado por aqui e estou fascinada pelas descobertas feitas...até já estou tentada a desenhar tb no meu modesto log book...mas fica a promessa de não o fazer com este talento...
um abraço
lu

4ojos disse...

Uf. Yo acabo de llegar de Marruecos con los míos y no me gusta nada ver la obra de este monstruo porque me hace pensar en qué grande oportunidad he perdido

Anónimo disse...

Por curiosidade gostava muito de saber o que escreveu sobre "Descrição
da preparação de um casamento judeu."
Como posso ter acesso a estas descrições, em que Biblioteca?
Galeota

e.s. disse...

Galeota. posso-lhe dar o livro donde tirei esta imagem: "Delacroix. Un voyage initiatique" de Maurice Arama. Edição de Non Lieu. Paris 2006.
Um dia destes edito, no blog, mais imagens deste artista e posso transcrever algumas passagens, numa tradução livre do francês.

Enrique. Pois é. O homem é tão bom que até chateia.

Anónimo disse...

Obrigada.
Galeota