terça-feira, fevereiro 27, 2007

O Diário Gráfico como um amigo

“Lembra-te, o teu sketchbook é o teu amigo”. Chris Ware
Gosto desta frase. Por isso uso-a no início deste blog. Para que o caderno fique nosso amigo, para estabelecermos com ele mais que uma relação afectiva, uma relação de cumplicidade, podemos fazer com que ele se identifique connosco. Fazemos o nosso retrato, por exemplo. Ou desenhamos os nossos próprios pés.

Chris Ware. E.U.A. (1967). Desenhador de Banda Desenhada

4 comentários:

Anónimo disse...

Ou as nossas mãos...

Margarida

Anónimo disse...

Ou os cotovelos ...
a.a.

Anónimo disse...

Como será que se desenha a dor de cotovelo?
J

JL disse...

Grande desenhador, este Chris Ware.