sexta-feira, outubro 20, 2006

América do Sul 1

"Já embarcado, encostado à amurada, apercebi-me que muito pouco, ou nada, sabia sobre a Sardenha. Mas também não me tinha informado, de propósito. Contava com uma certa emoção da descoberta. Sempre gostava de chegar aos lugares que decidira visitar sem saber grande coisa sobre eles. Isso deixava-me absoluta liberdade de movimentos. Nada melhor do que caminhar numa cidade, sem a conhecer. Saber-me perdido e, mesmo assim, continuar a andar como se ali tivesse nascido".
Al Berto O Anjo Mudo, Assírio&Alvim, Lisboa 2001

Chegada a Buenos Aires rumo ao Hotel Lisboa escolhido unicamente pelo nome. Tinha tudo o que era preciso. Casa de banho, muito limpo, luz natural, uma pequena varanda, pequena mesa onde se podia pintar e escrever, pessoas simpáticas, pequeno almoço com o jornal do dia, muito central e ... barato. Tinha o nome do hotel em neon mesmo na minha varanda mas não incomodava, antes pelo contrário.

Hotel Lisboa. Calle Bartolomeu Mitre. Buenos Aires. Argentina. Abril 2004

7 comentários:

Anónimo disse...

Nada melhor do que "deambular" e perdermo-nos por aí...descobrem-se lugares e pessoas incríveis.
M

4ojos disse...

Cuando vaya a Lisboa me alojaré allí...si es que no has dejado deudas pendientes

hfm disse...

Continuo a admirar o texto e a imagem.

Galeota disse...

Muito Bom, tanto o texto como a imagem. É um gosto todos os dias o visitar!

e.s. disse...

Eram tão simpáticos que não lhes ia fazer uma coisa dessas, Enrique. Até me guardavam a mala enquanto andava por outros lados. Mas olha que em Lisboa há o hotel Lisboa, mas este é em Buenos Aires.

4ojos disse...

¿Y hay un hotel Buenos Aires en Lisboa?

Anónimo disse...

Procurando o endereço deste hotel cheguei aqui no seu blog. Por acaso terias o endereço e o tel dele ?
cmmf46@yahoo.com.br
Obrigado
Claude