terça-feira, Junho 30, 2009

Andorinhas

Elas também andam desorientadas com o tempo. Já é Verão e ainda estão por aí. Ou simplesmente vieram despedir-se.

sexta-feira, Junho 26, 2009

Panorâmicas

Vista sobre os arredores de Lisboa para os lados de Restelo/Linda-a-Velha/Carnaxide.


quarta-feira, Junho 24, 2009

Desenhos muito rápidos 4

Comecei o desenho pelo que me interessou: a mão que estava mesmo ao meu lado, por cima do ombro da rapariga. O resto era indiferente. Fui fazendo enquanto durou a viagem Arroios-Baixa.Chiado.

terça-feira, Junho 23, 2009

Regresso à linha

Influenciado pelos nossos amigos Gabi, Lapin, Richard e Eduardo, entre outros, aqui vão dois desenhos feitos ontem na praia. Sem complexos de culpa.


Praia da Mata

segunda-feira, Junho 22, 2009

Desenhos muito rápidos 3

Os campinos a cavalo esperavam-no para o saudar. Eu aproveitei os breves momentos em que fiquei sozinho para os desenhar.

Santarém. 10 de Junho 2009

sábado, Junho 20, 2009

Desenhos muito rápidos 2

Quando desenho pessoas não costumo preocupar-me com as suas semelhanças. Mas neste caso era preciso que, pelo menos, o Portas e o Sócrates estivessem parecidos. Ambos são fáceis de caracterizar.

sexta-feira, Junho 19, 2009

Outro autor

Vera Bettencourt, artista plástica e professora numa pequena escola que faz parte da galeria Pedro Serrenho, onde expõe, integra desde hoje o site diariografico.com: “Organizo o meu diário cronologicamente mas, como gosto de o ver cheio de cor, às vezes volto atrás para preencher espaços vazios. O meu diário é, assim, um diário de trabalho, de viagem, de companhia,...”

quinta-feira, Junho 18, 2009

Desenhos muito rápidos 1

Desenhar os deputados na Assembleia não é das coisas mais interessantes. Não é estimulante desenhar pessoas de fato escuro. São todos parecidos e a sua postura é estática. Nunca escolheria este espaço para desenhar se não me fosse encomendado pelo jornal i.


quarta-feira, Junho 17, 2009

Desenhos muito rápidos

Foi feito entre dois metros durante a hora de ponta. Tinha acabado de passar um quando cheguei à gare. Desenhei o homem, que também tinha perdido o metro por pouco, enquanto a multidão não chegava e depois, já com pessoas à volta, dediquei-me ao Marquês.

terça-feira, Junho 16, 2009

Hortas Urbanas 1

Fomos até lá para desenhar e fotografar e ainda nos ofereceram um copo de vinho e um bocado de queijo. Tudo da terra deles, lá do Juncal.


domingo, Junho 14, 2009

Curso de Verano em Jaca

Já aqui falei deste curso, mas falo outra vez porque parece que querem fechar as inscrições e precisam saber quantas pessoas vão lá estar. Jaca é uma pequena localidade situada nos Pirinéus e perto de Zaragoça. Há vários motivos para irem até lá e um deles é por causa do curso “De vuelta com el cuaderno” coordenado por Clara Marta Moreno, professora de Desenho Artístico na Escola Superior de Design de Aragón. Além de mim próprio, o curso é dado pelos excelentes ilustradores e bloguistas Enrique Flores, Antonia Santolaya (não tem blog mas um site), Simonetta Capecchi, Lapin e Gabriel Campanario.

quinta-feira, Junho 11, 2009

A REVISTA "LER" DIVULGA NO NÚMERO 81 DE JUNHO ALGUNS DOS DESENHOS FEITOS NA FEIRA DO LIVRO. A MALTA AGRADECE.
O JOSÉ LOURO PUBLICA A DUPLA PÁGINA.

Hortas Urbanas

Lisboa está repleta de hortas. Encontram-se nos sítios mais inesperados. Servem para muita gente como passatempo e como complemento do seu parco rendimento. Além de que a cidade agradece e fica mais saudável.
Podem ver mais no UrbanSketchers.


terça-feira, Junho 09, 2009

Antonin Artaud

Antonin Artaud, poeta, actor, dramaturgo, em cerca de três anos preencheu, com textos e desenhos, 406 cadernos. Serviu-se deles como uma espécie de arte terapia. São como “um mapa, um firmamento que reflecte o estado emocional do seu autor”, como escreve Marta González no catálogo da exposição “Artaud” na La Casa Encendida em Madrid.

segunda-feira, Junho 08, 2009

Outro autor

Mais um autor a juntar aos outros 77 que constam do site diariografico.com. Tiago Alexandre, estudante na Faculdade de Belas Artes de Lisboa: “A obsessão por registar os meus tormentos e os meus devaneios quase instantaneamente fez com que os suportes escolhidos fossem pequenos blocos”.

sábado, Junho 06, 2009

Zoo 4

E para acabar com os desenhos feitos no Jardim zoológico, aqui vão as zebras, sempre muito vaidosas, e os hipopótamos, muito mandriões.


sexta-feira, Junho 05, 2009

Zoo 3

Observar os chimpanzés dá-nos uma sensação estranha. Parece que estamos a olhar-nos ao espelho tal é a semelhança. O chimpanzé do primeiro desenho, quando reparou que estava a ser desenhado, posou em várias posições.


quinta-feira, Junho 04, 2009

Zoo 2

As girafas são muito curiosas. Não descansaram enquanto não perceberam o que estávamos a fazer.


quarta-feira, Junho 03, 2009

Zoo 1

Os elefantes apesar de serem pachorrentos, interagem muito uns com os outros, o que permite fazê-los em várias posições.


terça-feira, Junho 02, 2009

Zoo

Fomos ao Jardim Zoológico desenhar animais. Há uns mais irrequieto que outros. O problema que se punha era: como representar animais em movimento?

Nesta página comecei por fazer uma girafa, mas abandonei-a e passei aos macacos-aranha, que são muito endiabrados.

Ao contrário os rinocerontes são muito calmos.

segunda-feira, Junho 01, 2009

Desenhar na Baixa

A ideia era fazer qualquer coisa em primeiro plano, numa escala maior e mais pormenorizada, de modo que a ilusão de profundidade ficasse acentuada. Escolhi um carro, mas só agora reparei que as pessoas perto deviam ter sido desenhadas muito maiores.
Podem ver outro exemplo aqui.

Saída do Metro, estação Baixa-Chiado