sexta-feira, novembro 30, 2007

On the Road 7 / 5 filmes

O último dia da Exposição ON THE ROAD REMEMBERING JACK KEROUAC é no dia 1 de Dezembro, Sábado, pelas 22 horas. Existe um catálogo que pode consultar aqui. Encerra com um concerto de Tó Trips (Dead Combo, ex-Lulu Blind). A morada é Av da Liberdade 211-1ºD.

Fiz este desenho já há uns bons anos. Numa viagem de Madrid a Bilbau. Foi à noite, a chover, muito trânsito e ia a conduzir. Naturalmente foi feito de memória e inspirado nas pinturas japonesas, com tinta da China, muita água e de um só gesto.

O PºG no seu blogue ”Dá-me música” convidou-me a nomear cinco filmes. Apesar de não ser um cinéfilo, sou somente um espectador assíduo, e de este blogue ser estritamente de e sobre Diários Gráficos, ou seja, sobre desenhos executados em cadernos, aceito o desafio. Procurei alguns que, de algum modo, tivessem alguma relação com Diários gráficos, mas os que havia não são suficientemente interessantes. À excepção de Paris-Texas, são os que me marcaram, por razões diferentes, nos últimos tempos. Não estão por ordem de preferência. Há um, o terceiro, que só o vi em vídeo. Cá vão os filmes:

- A vida dos outros, de Florian Henckel Von Donnersmarck. Alemanha. 2006
- Paris-Texas, de Wim Wenders. Alemanha. 1984
- Monster Ball, de Marc Forster. E.U.A. 2001
- Uma vida sem mim, de Isabel Coixet. Espanha. 2003
- Sinal de Alerta, de Andrea Arnold. Reino Unido. 2006

E então convido aqui os meus colegas do lado cadernistas e desenhadores:

4ojos. Apesar do blogue estar numa crise existencial
AJanela deAlberti
Bonecos de Bolso
Inviaggiocoltaccuino
Les Calepins de lapins
Mise en Abyme (Há ainda este blogue por onde passo e especializado em cinema, mas que já foi convidada anteriormente para nomear os 5 filmes).

quinta-feira, novembro 29, 2007

Os Artistas Plásticos e o Diário Gráfico 4

No Diário Gráfico de Frida Kahlo, feito ao longo dos últimos dez anos da sua vida, há uma única página que pode ser considerada como um estudo para uma pintura. É a página da direita que deu origem à pintura com o longo título: “El abrazo de amor del Universo, la Tierra, Yo, Diego y el señor Xolotl" (1949).

Frida Kahlo. México. 1907-1954. Pintora

quarta-feira, novembro 28, 2007

Os Artistas Plásticos e o Diário Gráfico 3

Na sua viagem ao Norte de África, Eugène Delacroix tirou apontamentos, tanto escritos como desenhados, que lhe serviram, muitos anos depois, para inúmeras pinturas. Um caso evidente foi os que fez aquando da visita a casa dum amigo argelino. Estes e outros apontamentos deram origem não só à tela “A Noite Judia” como a um artigo escrito na revista “Magasin Pitoresque”.

Eugène Delacroix. 1832. (este caderno está no Museu do Louvre)

terça-feira, novembro 27, 2007

Prazeres

Passear por este cemitério, apreciar a arquitectura dos jazigos, ler às lápides, ver os seus signos é um prazer. Coisa curiosa: na morte as diferenças entre as classes sociais estão ainda mais evidentes.



Cemitério dos Prazeres. Lisboa. Novembro 2007

segunda-feira, novembro 26, 2007

On the Road 6

Richard Zenith, poeta e americano, leu excertos de poemas, com uma voz anasalada à Kerouac, Victor de Andrade, actor e português, escreveu num imenso papel de cenário, enquanto no gravador ouvia-se uma voz a dizer um poema. Joana Craveiro, actriz, encenadora e portuguesa, leu excertos do On the Road alternando com música da época. Não a consegui desenhar.



Projecto "On the Road Remembering Jack Kerouac". Av da Liberdade -1ºD. 24 Novembro 2007

sexta-feira, novembro 23, 2007

On the Road 5

Quem andou por África conhece estes táxis colectivos, onde cabe sempre mais um. Quando estive em Cabo-Verde, o ano passado, sentava-me no banco de trás do lado direito para poder observar e desenhar.

Amanhã, Sábado dia 24 de Novembro, pelas 17 horas, na Av da Liberdade nº211-1ºD, onde decorre a Exposição “ON THE ROAD REMEMBERING JACK KEROUAC”, haverá leituras de textos da Beat Generation, lidos por Joana Craveiro, encenadora e actriz, Victor d’Andrade, actor e Richard Zenith, poeta. Apareçam.


quinta-feira, novembro 22, 2007

José María Sanchéz

As páginas do seu Diário Gráfico parecem que foram concebidas previamente por um Designer Gráfico. E foram-no mesmo pois é essa a sua profissão. Entre desenhos, textos e colagens o caderno fica um autêntico diário.




José María Sanchéz. Nápoles. 2007

quarta-feira, novembro 21, 2007

À espera de. 2

Fui ao aeroporto esperar o José María Sánchez, vindo de Madrid. Grande viajante e desenhador. Amanhã mostro algumas páginas dos seus cadernos. Se ele me deixar digitalizá-las.

Aeroporto de Lisboa. Novembro 2007

segunda-feira, novembro 19, 2007

Cabo-Verde

Um cheirinho a Cabo-Verde. Tcheka, em Lisboa, ao vivo, no lançamento dum novo disco.



sábado, novembro 17, 2007

Colagens 2

Mas há autores que, por sistema, conciliam o Desenho com a Colagem. E fazem-no bem. Ricardo Henriques, copy de profissão e bloguer às vezes (obrigatório ver o blog onde participa), é um deles. Este boneco não será o seu melhor exemplo mas, de momento, foi o que arranjei.

Ricardo Henriques. 1977. Copywriter

sexta-feira, novembro 16, 2007

Colagens 1

Mas há quem tenha a mania que não sabe desenhar, ou quem não esteja virada para aí, ou a sua auto-censura não o permita (o que não é caso para isso pois, repito, o Diário Gráfico é só para o próprio). Nestes casos a técnica da colagem é uma solução à mão. Os resultados satisfazem e o desenho vem depois.

Paris. 2007. Margarida Boto. Educadora de infância

quinta-feira, novembro 15, 2007

Colagens

Não costumo usar colagens. Por vezes uso-as quando o desenho não “sai” e quero que aquele momento fique registado. Foi o caso daquela noite no café Central, em Madrid. O estar sentado ao balcão, atrás duma coluna, não ajudou nada no desenho que tentei fazer.

Café Central. Madrid

quarta-feira, novembro 14, 2007

Os Artistas Plásticos e o Diário Gráfico 2

“Lembra-te, o teu Sketchbook é o teu amigo”. Gosto muito desta frase de Chris Ware (E.U.A. 1967). Tanto que a pus no inicio deste blog. É curioso comparar os seus Diários Gráficos com a sua obra de Banda Desenhada. São tipos de registo completamente diferentes, mas que o ajudam com certeza na concepção das suas histórias gráficas. Vejam aqui alguns dos livros que ele já editou.

terça-feira, novembro 13, 2007

Outros blogues

Vou passar a seguir este blog com mais regularidade. A evolução da qualidade do desenho é enorme e o interesse dos locais desenhados também. Nos últimos dias a visita a Barcelona deixou-me com vontade de lá voltar (apetece-me sempre).
E obrigado pela distinção.

Helena F. Monteiro. Barcelona

Ao José Louro, com os seus cada vez melhores desenhos e o seu blog de autêntico "serviço público", também agradeço.
Aqui vai um dos seus excelentes desenhos. Um veleiro, com uma das metades mais pormenorizada que a outra. Falta de tempo, de paciência ou opção estética?

José Louro. Lisboa

segunda-feira, novembro 12, 2007

Os Artistas Plásticos e o Diário Gráfico 1

Mesmo nos casos em que é assumido haver distinção entre o que se faz no caderno e a obra plástica, é inevitável, nalgumas páginas, haver uma relação directa. Voltando ao caso anterior do Manuel San Payo, esta página tem tudo a ver com a sua última exposição intitulada “Últimas Paisagens”.

Manuel San Payo. 2007

domingo, novembro 11, 2007

Os Artistas Plásticos e o Diário Gráfico

Nem todos o usam, naturalmente. Entre aqueles que o usam com assiduidade, a relação entre a sua obra plástica e o Diário Gráfico é diferente. “…acaba por ser uma actividade paralela ao meu trabalho…” diz-nos Manuel San Payo, pintor, ilustrador e professor de Desenho nas Belas Artes.

Manuel San Payo. Portugal. 1957

sexta-feira, novembro 09, 2007

On the Road 4

Este desenho tem muitos ingredientes dum desenho de viagem. Dois viajantes, um autóctone e outro estrangeiro. Este mais vestido à turista. Aparentemente despedem-se das pessoas que partem num táxi (colectivo), a abarrotar de malas.

Hoje inaugura-se a exposição intitulada: "Project On the Road: remembering Kerouac", na Av da Liberdade 211-1ºandar. Das 22 horas até às tantas. Por mim, para variar, vou mostrar 8 Diários Gráficos. Ainda estou a escolhê-los.

Partida de barco de Porto Novo (ilha de Santo Antão) para Mindelo (ilha de São Vicente). Abril 2006

quinta-feira, novembro 08, 2007

On the Road 3

Esta carrinha, que os cabo-verdianos chamam de Hiace independentemente da sua marca, é um táxi colectivo. Serve para médias e grandes distâncias. Cada viagem é uma aventura, por vezes difícil de chegar ao fim.

Este desenho é dos que “cheiram” a viagem.

Percurso Praia-Tarrafal

quarta-feira, novembro 07, 2007

On the Road 2

Os desenhos anteriores têm alguns indícios de serem executados em viagem: uma mala, um saco feito de lençóis e pessoas a dormirem vestidas e em más condições. Este, abaixo, com a ilha de S.Vicente e a cidade de Mindelo à vista, além de um pormenor do barco em primeiro plano, mostram claramente uma viagem.

Chegada ao Mindelo

terça-feira, novembro 06, 2007

On the Road 1

A inauguração é dia 9, 6ªfeira, às 22 horas
O que faz com que alguns desenhos sejam característicos de viagem? O que faz com que os desenhos abaixo evoquem uma viagem? Ou não?


Percurso cidade da Praia-Mindelo

segunda-feira, novembro 05, 2007

On the Road

Há livros cuja leitura mudam a vida de quem os lê. Faz 50 anos que “On the Road” foi editado e, desde essa data até agora, muita coisa mudou.

13 pessoas juntam-se na mesma casa, na Avenida da Liberdade, n.º 211, 2º Andar, em Lisboa, em 13 espaços diferentes e dizem-nos como foram influenciados por esse livro. Do dia 9 de Novembro, próxima 6ªfeira, até 1 de Dezembro. Apareçam. Mais sobre este Projecto aqui.


Percurso Praia-Mindelo. Março 2006